Informações‎ > ‎

Futuro das Agencias de Viagens

Publicado a 14/09/2011, 10:31 por Luis Miguel   [ atualizado a 14/09/2011, 12:39 ]
Qual o futuro das Agências de Viagens?
 
Futuro das Agências de Viagens
O recurso dos viajantes a plataformas móveis para marcação e recolha de informação sobre destinos, programas de viagens pode mudar o mercado de retalho do turismo.
Espera-se que em 2012 o crescimento seja de 52% no número de utilizadores de celulares/telemoveis, smartphones e tablets à procura de destinos, férias e voos. Nos Estados Unidos este número já representa 34% do total dos viajantes.
24% dos passageiros das companhias aéreas internacionais já utilizam os smartphones para efectuarem o Check-In dos seus voos. No próximo ano pelo menos 18% dos viajantes com smartphones vão efectuar pelo menos uma reserva utilizando o seu equipamento.
A disponibilidade imediata de informação faz com que a busca de promoções de última hora e descontos ganhe cada vez maior peso na decisão dos turistas.
Por outro lado a Google lançou um serviço online de marcação e reserva de voos de avião, o Google Flight, por enquanto apenas está disponível nos Estados Unidos, mas que se pode estender a outras partes do globo.
Em Espanha uma das principais operadores turísticas pretende avançar com a venda directa através da Internet dos seus programas de férias.
São estes desafios que se colocam às agências tradicionais e que para sobreviverem tem de se adaptar às novas tecnologias.
Eis os nosso conselhos:
  • Crie um site na internet com comércio electrónico onde seja possível adquirir viagens, pacotes e voos;
  • Mantenha online as melhores promoções do momento;
  • Desenvolva aplicações para o ipad e smartphones;
  • Tente explorar nichos de mercado como o turismo sénior, programas personalizados, etc;
  • O site deve conter um forum de discussão com conselhos aos viajantes, fotografias e dicas.
O futuro das agencias de viagens na sua forma tradicional pode não parecer risonho mas a melhor forma de sobreviver é a adaptação.
Comments